Para manter um negócio funcionando, você precisa estar atento às informações que dispõe sobre ele e seu mercado para definir estratégias de venda, analisar as tomadas de decisões, escolher os caminhos a seguir, certo? Tudo isso é previsão.

Prever algo nada mais é que estimar o que vai acontecer baseado em fatos, em um histórico. E esses fatos ou histórico podem ser uma influência social, um impacto sazonal do mercado no qual atua ou as informações financeiras da sua empresa.

POR QUE É IMPORTANTE?

Garantir previsões financeiras do seu empreendimento permite que você faça projeções de médio ou longo prazo, mais ou menos assertivas, de algo que pode se tornar real e impactar diretamente o seu empreendimento.

Essas projeções ajudam a entender não apenas os rumos do seu negócio e do mercado no qual ele está inserido, mas também os passos que você pode ou não dar de acordo com a saúde financeira da sua empresa hoje e o que espera dela amanhã e depois.

Ao realizar previsões financeiras, quanto mais informações você tiver – e quanto mais organizadas elas estiverem – mais próximo você estará de um cenário realista futuro para a sua empresa.

E desse modo você direciona esforços rumo a metas, por exemplo, consegue entender que períodos dependem de ações mais ou menos arriscadas, coordena movimentações mais seguras em relação ao seu caixa, evita surpresas desagradáveis e consegue analisar riscos.

QUAL O PRIMEIRO PASSO PARA COMEÇAR UMA PREVISÃO FINANCEIRA?

Manter seu fluxo de caixa organizado.

Parece algo muito óbvio, mas fazer a gestão correta do fluxo de caixa da sua empresa vai garantir a você a principal ferramenta de apoio para entender o seu negócio, realizar as previsões de forma mais precisa e saber quando e por que correr ou não riscos.

Com um fluxo de caixa atualizado e preciso é possível identificar todas as entradas e saídas do seu caixa, saldo inicial e final de períodos específicos, entender movimento de vendas e recebimentos, assim como despesas e custos.

Com essas informações, você poderá responder perguntas importantes para entender, por exemplo, se é possível realizar algum tipo de investimento sem comprometer nenhuma área do seu empreendimento, quais são seus custos operacionais em caso de uma possível expansão do negócio, se para realizar alguma ação importante precisará de um empréstimo, dentre outras ações importantes que podem comprometer sua saúde financeira caso você não esteja bem informado.

PARA NÃO ERRAR!

Ao realizar uma previsão financeira, você precisa estar atento a algumas informações importantes. Antes de começar a pensar em cenários possíveis:

1) Analise seu histórico financeiro e o mercado

Tenha em mãos dados concretos e confiáveis sobre sua empresa e os resultados das ações realizadas durante os anos. Isso é importante para entender as movimentações do seu caixa de acordo com os períodos do ano, por exemplo.

E compare essas informações em relação ao mercado no qual está inserido. Perceba sazonalidades que aumentam ou diminuem o consumo de seu produto ou serviço, entenda os mercados que oferecem matéria-prima para seu negócio e suas variações, dentre outras informações que te ajudem  perceber mudanças habituais.

2) Não esqueça de detalhar suas movimentações fixas e variáveis

Além do seu Saldo Inicial, levante também as informações de saída constantes no seu caixa. Considere salários, pró-labore, contas do seu espaço físico (aluguel, água, luz)e outras saídas que ocorrem fixamente, independentemente do faturamento.

Mas não esqueça de considerar as despesas variáveis! Embora com menos precisão, você deve considerar o custo de produção caso realize uma ação de venda, taxas de entrega se resolver expandir, comissões de venda, etc.

Não esqueça aqui de considerar os impostos, seja sobre os custos fixos ou sobre os custos variáveis.

3) Compare cenários

Ao realizar previsões, para ter mais certeza das ações que pretende tomar, não esqueça de comparar períodos. Pegue dados coletados nos mesmos meses dos anos que se passaram e compare, entenda que ações foram ou não efetivas e entenda os motivos para não repetir os erros.

Seguindo essas dicas e realizando suas previsões financeiras, você consegue ter um pouco mais de precisão na tomada de decisões, nos planos para desenvolvimento do seu negócio, e controle sobre os impactos financeiros que as mudanças – internas e externas – podem causar.

Fique atualizado!
Gostaria de receber mais dicas no seu e-mail?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.