No primeiro post dessa série que desenvolvemos para ajudar seu negócio durante a crise do COVID-19, te explicamos que conhecer com antecedência suas despesas e receitas é essencial para garantir a sobrevivência do seu negócio. Ressaltamos a importância de montar e entender o seu Fluxo de Caixa, registrando todos os gastos e recebimentos que já estão previstos para este ano na sua empresa, e falamos sobre como calcular seu custo fixo.

Seguindo os passos do conteúdo anterior, você descobriu ao final desses cálculos o valor da sua dívida mensal para esse período de retração da economia e, com base nesse número, já tem consciência de quanto dinheiro será necessário para manter seu caixa no azul. Agora chegou a hora de adicionar ao fluxo de caixa sua expectativa de receita para os próximos meses, em simulações otimistas, realistas e pessimistas. Vou te ensinar a desenhar cenários para o futuro para que você comece a criar um plano de ação para garantir a sobrevivência do seu negócio.

Conheça seu seu custo variável

Responda a pergunta: você sabe quanto gasta para produzir? Afinal, para pagar sua dívida mensal você precisa de receita, que depende da sua produção, que, por sua vez, exige um investimento.

Esse investimento é o custo variável. Aquele custo que muda de acordo com a variação das quantidades produzidas, ou seja, tudo aquilo que você precisa gastar para a atividade-fim da sua empresa – como matéria-prima, logística, comissões e demais custos para produzir e vender seu produto.

Conhecendo esse valor, é hora de desenhar cenários orçamentários. Ou seja: simular as diversas possibilidades e mudanças possíveis, internas e externas à sua empresa, para entender os impactos que cada situação pode provocar em seu orçamento e na saúde financeira do seu negócio.

>> Saiba mais sobre custos em: Quem tem medo dos custos?

Cenários para o futuro

Em tempos de crise como o momento atual, nossa recomendação é que você foque em dois cenários: um pessimista e outro realista. Porém, em situações mais estáveis você pode considerar quantos cenários achar plausível, levando em consideração também a possibilidade de um ou mais cenários otimistas, com lucros acima do esperado.

Neste momento, porém, as perspectivas com a crise causada pelo COVID-19 são de baixo volume de vendas e encarecimento de insumos e serviços para esse período. Encarar essa movimentação do mercado possibilita à empresa uma visão mais clara do futuro e permite ao empreendedor que tome decisões mais fundamentadas e precisas diante do contexto atual.

Vamos colocar em prática?!

Vamos usar como exemplo uma padaria, mas você deve aplicar o mesmo raciocínio ao seu negócio. Dito isso, considere que essa padaria que escolhemos tem um custo fixo mensal de R$8.000 já contabilizado em suas Saídas de caixa até o fim do ano. 

>> Se não lembra o que são as Saídas de Caixa, veja nosso post anterior e relembre algumas informações importantes.

Por mês, essa padaria produz cerca de 10.000 produtos, entre pães e bolos, gastando aproximadamente R$1.000 em matéria-prima, logística e outros custos variáveis para garantir esse volume de produção.

Em um mês normal deste ano, antes da crise do COVID-19, o total de produtos dessa padaria era comercializado por R$15.000.

Ao final, descontando o custo variável de R$1.000 e o custo fixo de R$8.000, isso resultava em um saldo de R$6.000 para ser dividido como reserva para o mês seguinte e lucro ao proprietário da padaria.

Veja abaixo a tabela para entender com mais precisão:


Mas fora dos períodos regulares, como “prever” o futuro?

É impossível dizer exatamente como serão os próximos meses e qualquer tentativa disso seria pura adivinhação. Podemos, porém, analisar o mercado e simular cenários para criarmos com antecedência um plano de ação realista. Dessa forma, você e seu negócio estarão preparados para as situações possíveis sem ter que tomar grandes decisões em cima da hora.

Voltando ao exemplo da padaria: vamos imaginar cenários com volumes menores de vendas, com redução de 30% a 70%. Esse é um nível de impacto que restaurantes e outros estabelecimentos alimentícios já vêm relatando.

Diante dessa situação, o dono da padaria pode fazer as seguintes simulações:

  • E se nos meses seguintes eu conseguir produzir e vender apenas 3.000 produtos por mês?
  • E se nos meses seguintes eu conseguir produzir e vender apenas 500 produtos por mês?

Fazendo uma regra de três simples, para adaptar o custo variável e o faturamento pela venda dos produtos, a tabela anterior ficaria assim:

E o que fazer diante desses cenários?

Primeiramente, devemos ressaltar que o exemplo acima não considerou um valor de Saldo Inicial dessa padaria. Nesse caso o proprietário não possuía nenhuma reserva financeira em caixa para momentos de crise. 

>> Em nosso post anterior da série explicamos o que é Saldo Inicial e como ele impacta seu Fluxo de Caixa. Confira!

Diante dessa situação, caso um dos cenários se torne real esse proprietário terá meses de prejuízo pela frente, visto que a retração da economia aponta que, de fato, muitos negócios terão um volume de vendas baixíssimo nos próximos meses.

É claro que cada mercado tem suas particularidades e cada empresa tem sua própria situação financeira. Mas o que vale pra todos é: simular cenários e entender o impacto das variáveis no fluxo de caixa do negócio ajuda o empreendedor a se planejar.

Com base nesses números, cada empresa poderá, por exemplo, definir suas metas de venda, alterar sua precificação de acordo com a necessidade e estudar formas de reduzir seus custos para equilibrar o caixa.

Organizando e analisando corretamente o seu orçamento, seu negócio estará mais preparado para enfrentar os meses que vêm pela frente.

E se você precisar de ajuda para entender seu caixa com clareza, pode utilizar os relatórios que o Granatum oferece.


Todas as informações fazem parte de uma série que estamos desenvolvendo sobre controle financeiro para auxiliar os empreendedores durante a crise, e foram disponibilizadas anteriormente através de e-mails para todos que fazem parte de nosso mailing.

Caso também queira receber esses emails antes de todo mundo, inscreva-se clicando aqui e passe a receber todo o conteúdo exclusivo que estamos criando.

Fique atualizado!
Gostaria de receber mais dicas no seu e-mail?

Período para comentar encerrado.