Seja favorável ou contra as novas regras da Reforma da Previdência, a partir de março de 2020 todos os trabalhadores e empregadores regularizados no país serão impactados por suas mudanças. Focando nas questões práticas, o Granatum está aqui para ajudar você a entender o que mudou e calcular qual impacto financeiro isso terá no salário de seus colaboradores a partir dos pagamentos de Abril.

O cálculo é simples mas detalhado. Então, para facilitar, o Granatum disponibilizamos uma planilha de cálculo automático na qual você consegue substituir os valores referentes à sua empresa/salário e obter de forma simples e rápida o resultado desse cálculo – já levando em consideração os novos valores da previdência.

Quer entender o que mudou e como chegamos aos resultados dessa planilha? Abaixo explicamos rapidamente como funciona o sistema previdenciário e como ele foi impactado, assim como os valores alterados. Veja:

A PREVIDÊNCIA

Para entender como funciona o sistema previdenciário no Brasil é necessário saber que sua função é, através da contribuição fiscal dos trabalhadores ativos atualmente, garantir o pagamento dos direitos dos aposentados e colaboradores inativos (afastados pelo INSS, por exemplo). Esse formato de sistema foi criado em um contexto em que o Brasil contava com uma população jovem significativamente maior que a de idosos, realidade que está mudando.

A proposta da reforma na previdência, em tese, surgiu justamente por essa razão: a população brasileira está passando por grandes transformações que impactam estruturas de uma dinâmica demográfica ultrapassada.

Entre as principais mudanças do novo sistema aprovado estão a fixação de idade mínima para se aposentar, o tempo mínimo de contribuição, as regras de transição para o trabalhador, o cálculo do valor da aposentadoria e o ponto que te ensinaremos a calcular: o valor do desconto no salário.

QUAIS SÃO OS DESCONTOS

Considerando o valor bruto da remuneração do colaborador, a nova tabela de descontos reduzirá o valor de contribuição ao INSS de uma parcela dos trabalhadores e aumentará o valor de contribuição de outros (por exemplo, aqueles que têm salário acima do teto da previdência – atualmente R$ 5.839,45).

Além desse valor, obrigatório e mensal, também é descontado o valor do imposto de renda, cujos percentuais variam de 7,5 a 27,5%. Remunerações inferiores à R$ 1.903,98 são isentas desse valor.

Neste cálculo ainda deve-se considerar a dedução dos valores relativos aos dependentes (R$ 189,59) e benefícios, como vale-refeição, vale-alimentação, vale-transporte, plano de saúde e relacionados.

Após esses descontos e demais possíveis reduções previstas por lei – como contribuição sindical e faltas não justificadas, entre outros -, chegamos ao valor líquido. Ou seja: o valor real que o profissional receberá em sua conta após o mês trabalhado.

CÁLCULO DOS NOVOS DESCONTOS E MUDANÇAS DA PREVIDÊNCIA

Os descontos da nova contribuição previdenciária começarão a ser aplicados sobre o salário de Março (pago geralmente em Abril), tendo também alteração nos valores dos colaboradores autônomos e prestadores de serviço.

Esses novos descontos serão aplicados de forma a:

  • Quem recebe até um salário mínimo* terá de desconto de 7,5% – com alíquota efetiva de 7,5%;
  • De um salário mínimo à R$ 2.000,00 o desconto será de 9% – com alíquota efetiva de 7,5% a 8,25%;
  • Dos valores de R$ 2.000,01 à R$ 3.000,00 o valor abatido será 12% – com alíquota efetiva de 8,25% a 9,5%;
  • De R$ 3.000,01 ao teto estabelecido, 14% – com alíquota efetiva de 9,5% a 11,69%.

* Considerando o valor do salário mínimo de 2020, R$ 1.039,00.

Para calcular e saber o valor líquido que será recebido é necessário:
1. Subtrair do valor bruto o valor da contribuição referente ao INSS;

2. Deduzir do valor resultante o custo de cada dependente;

3. Consultar a tabela do IR e aplicar o percentual correspondente à sua renda;

4. Subtrair do valor obtido com o desconto do INSS o percentual aplicado referente ao IR.

Parece complicado né? E pode ser. Então se quiser ajuda, baixe a planilha que o Granatum disponibilizou. Ela realiza o cálculo automático! Basta substituir os valores referentes à sua empresa/salário e obter de forma simples e rápida o resultado desse cálculo acima já levando em consideração os novos valores da previdência.

Fique atualizado!
Gostaria de receber mais dicas no seu e-mail?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.