sistema de gestão

Quando o Granatum foi criado, era comum que as pessoas tivessem dúvida sobre o que significava um sistema de gestão. E explicar que ele ficava na nuvem, então? Para quem não estivesse totalmente antenado, era difícil de compreender alguns desses conceitos.

Hoje em dia, porém, a maioria dessas coisas não precisa mais de explicação. Mesmo assim, falar sobre o Granatum dentro de um contexto de sistema de gestão ainda pode causar uma leve síndrome de “cara de paisagem” em algumas pessoas.

Na realidade, é uma noção bem simples, que a gente explica a seguir.

O que é um sistema de gestão

Um sistema de gestão nada mais é do que um ou mais softwares integrados visando melhorar o desempenho da empresa.

Com ele, portanto, é possível automatizar ao máximo os processos do dia-a-dia. Isso aprimora não só a qualidade de vida dos colaboradores, como também torna a empresa mais eficiente. Os benefícios vão além do caráter financeiro. Por exemplo, alguns indicadores de qualidade, como satisfação interna, geralmente melhoram com a implementação de um sistema desses.

Além disso, diminui o impacto nos recursos necessários para a execução de todos esses processos, gerando mais lucro.

Qual a relação com o lucro da minha empresa?

Existe uma relação direta entre a quantidade de recursos que precisam ser gastos na execução de todos os processos da empresa e o valor percebido pelo cliente.

Calma, respira. Vamos por partes.

É comum que empresas bem-sucedidas desenvolvam processos, ou seja, uma sequência de tarefas pré-estabelecidas que entregam algum tipo de serviço, informação ou recurso, seja para seus clientes ou internamente.

Sem entrar muito em questões e termos técnicos, um conjunto desses processos forma o que chamamos de cadeia de processos. Nela, a entrega de um (output), inicia o processo seguinte (input).

Para ter lucro, é necessário que a empresa gaste menos com essa cadeia do que com o valor que o cliente percebe (e paga) pelo serviço ou produto.

Um sistema de gestão, então, pode facilitar ou até mesmo automatizar alguns desses processos. Assim, gera menos desperdício, atrasos, erros e defeitos.

O empreendedor comum pode até achar pouco lógico que um “gasto” gere mais receita. A gente sabe, porém, que você que está lendo nosso blog não é um simples empreendedor comum e entende que o valor despendido para investir em um sistema de gestão pode ser menor que o valor que ele é capaz de economizar.

E aí, gostou desse artigo sobre sistemas de gestão? Deixe seu comentário, mande um e-mail, nos ligue, a gente quer sempre ouvir um feedback e saber sobre o que você quer ler aqui no blog. Continue seguindo a gente!

Fique atualizado!
Gostaria de receber mais dicas no seu e-mail?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.