modelo de plano de ação

O modelo de plano de ação é a referência de qualquer tomada de decisão (consciente) em uma empresa. Ele é o Norte para que, com estratégia, se chegue a um objetivo, um sonho, uma meta.

E, nessa caminhada, todos devem estar engajados. Independentemente do tipo de gestão da sua empresa, o plano será foco de todos.

Incertezas e surpresas podem ocorrer no meio do caminho, mas, se você estiver alinhado ao seu objetivo, saberá como contornar.

Ter um modelo de plano de ação é pôr em ação a tão desejada organização financeira.

No contexto de uma empresa, essa meta pode ser crescer determinada porcentagem ao ano, sanar dívidas, economia de gastos, entre muitos outros.

Seja ele qual for, precisa ser mensurável, atingível e realista. Além disso, costumo dizer que o tempo é sempre uma ponte, ou uma espécie de guia para te levar ao seu objetivo.

Parece confuso?

Muito pelo contrário, quem acompanha a gente no Instagram já sabe que a simplicidade desse modelo de plano de ação que vou propor nesse artigo até surpreende. Simples, mas que exige atenção, perspectiva e sinceridade sobre o seu negócio.

Para isso, proponho uma jornada de três importantes e conscientes passos.

 

A jornada

Só que se situe, nossa jornada aqui terá como estrutura a linha do tempo, mas não pela ordem cronológica usual.

Embora seja preciso tirar um retrato financeiro do seu negócio em três momentos – presente, futuro e passado (sim, nessa sequência) – esse raciocínio fora da ordem conhecida irá ajudar você na estratégia.

Vamos nos movimentar, então.

 

Primeiro passo – Presente: aonde eu quero chegar?

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Granatum (@granatum_oficial) em

Identifique aonde sua empresa está nesse momento.

Para isso, faça uma espécie de retrato financeiro dela. Desenhe sua empresa para visualizá-la melhor, saiba quanto tem no banco, o papel de cada colaborador nesse intuito, suas obrigações em contas a pagar, o que tem a receber, suas rotinas.

O diagnóstico dessa análise determinará seu plano de ação e a próxima movimentação.

 

Segundo passo – Futuro: qual caminho a seguir

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Granatum (@granatum_oficial) em

 

Eu prefiro imaginar essa fase como um projeto, focado na visão de um futuro almejado.

Por exemplo, se eu quero ter R$1 milhão, preciso estipular um tempo para conseguir essa grana.

Guardar mensalmente ou bimestralmente uma quantia que caiba no meu bolso, ter disciplina, compreender se esta é minha realidade, tudo isso faz parte da organização financeira para concluir o projeto.

Aqui, também é bacana pensar nas suas metas e visitá-las de tempo em tempos. Seja essa visita anual, mensal, monte um calendário de ação, subdivida em “submetas”, com números menores.

Para essas simulações, você pode usar uma planilha,  a calculadora financeira e até mesmo um software que permita a criação de metas e orçamentos. É interessante também imaginar situações de possíveis lucros ou possibilidades de economia.

E se minha empresa estivesse aqui, seria mais fácil ou mais difícil alcançar meu objetivo? Questione-se com um olhar de autocrítica, inclusive.

Ok, estamos no meio do caminho. Vamos em frente, ou melhor, olhe para trás.

 

Terceiro passo – Passado: Autópsia do negócio  

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Granatum (@granatum_oficial) em

 

Agora é a hora da verdade. Ver se sua meta pode ser atingida.

Como fazer isso? Olhando para trás. Isso mesmo, é lá que você encontrará cenários comportamentais da sua empresa, erros e sucessos cometidos, sazonalidade de suas vendas, dívidas, economia de custos, gastos desnecessários, etc.

É nesse ponto  que você dará veredicto se seu plano está alcançável ou não com base no histórico da sua empresa..

Essa análise 360 graus da sua empresa permite que você compreenda melhor o andamento do seu negócio e saia do famoso “piloto automático” que leva muitos empresários a cometerem o mesmo erro mais de uma vez.

Tome as rédeas do seu negócio

Como pode perceber, o plano de ação que trago é simples, mas audacioso.

Pede quebra de paradigmas sobre o que o mercado está acostumado quanto a estratégia financeira

Olhar para o agora com legitimidade, traçar metas possíveis para o futuro e validá-las, com base no seu próprio histórico, como referência prática.

Olhe além, como visionário. Mas, que esse olhar tenha uma base sólida e consciente, para ter força e ser realista.

O  Granatum Financeiro, auxilia você a controlar as contas a pagar e a receber, criar metas de planejamento e acompanhar os resultados através de relatórios completos. Uma ajuda para ampliar esse olhar.

Planejar é importante, mas alcançar o alvo, é mais. #ficaadica.

Fique atualizado!
Gostaria de receber mais dicas no seu e-mail?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.