O pró-labore é uma das formas de remuneração para os sócios da empresa, ou seja, atua como um salário, sendo essencial para o sucesso do negócio.

Os detalhes são definidos através do contrato social e podem ser ajustados em um acordo comum entre os sócios. Antes de estipular o valor real, é importante fazer um controle de custos e uma análise financeira detalhada para encontrar o valor adequado.

Não sabe por onde começar? Então siga as dicas que preparamos para você:

Quanto deve ser o meu pro-labore

Defina sua função

O primeiro passo você já deu, que foi escolher a melhor maneira de remunerar você e seus sócios. O pró-labore é mais usado quando os empresários também trabalham diretamente na empresa, sendo um valor fixo pago todos os meses.

Se você se encaixa nessa situação, o próximo passo é definir sua função na empresa e as atribuições do cargo. Por exemplo, se você é o responsável pelo planejamento e controle dos trabalhos executados no seu negócio, precisa chegar ao valor que custaria à empresa a contratação de um gerente.

Pesquise no mercado

Definido seu cargo, está na hora de pesquisar o valor justo para a função.

É possível consultar empresas de recrutamento e seleção para se ter uma média do valor profissional no mercado ou consultar jornais e sites que contenham informações específicas e atuais sobre a média salarial.

Responder a perguntas como “Qual o valor de um profissional no mercado de trabalho para ocupar minhas funções?” ou “Caso precise me afastar, qual seria o salário adequado para um substituto?” também ajudam.

 

banner-fluxo-caixa_728x90

 

Não se esqueça dos impostos

Antes de chegar ao valor final, não se esqueça de calcular os impostos sobre o pró-labore. São eles:

  • INSS: no valor fixo de 11%.

  • IRPF (imposto de renda de pessoa física): de acordo com a mesma tabela que incide para funcionários da empresa.

Lembre-se sempre que o pró-labore deve ser um valor justo com sua empresa, que não atrapalhe outras despesas do negócio, e justo com o mercado, que precisa ser definido com base no trabalho, e não em quanto você como dono gostaria de ganhar.

Restou alguma dúvida sobre como definir o pró-labore?

Conte para a gente e vamos continuar essa conversa nos comentários!


banner-blog-ebook-captação
Fique atualizado!
Gostaria de receber mais dicas no seu e-mail?

Um comentário para “Quanto deve ser o valor meu pró-labore?”

  1. Oswaldo

    Não esqueça de comentar que se a empresa não for optante pelo simples nacional temos encargos da empresa que gira em torno de 28% fora os inss descontado do prolabore.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.