o que e drewide O que é e para o que serve o DRE?

É receita, despesa, custo, pagamento, número para cá, número para lá… Entre os diversos relatórios que uma empresa deve ter, dois se destacam: o Fluxo de Caixa e o Demonstrativo do Resultado do Exercício. Hoje vamos falar um pouco sobre este último. O DRE foi instituído através da lei 6.404 de 1976 e tem como principal objetivo apresentar de forma resumida todas as operações que foram realizadas durante um determinado período da sua empresa, mostrando se o seu negócio teve lucro ou prejuízo.

Apurado pelo regime de competência ele mostra o total de receitas ou despesas na data em que foram realizadas, incluindo valores parcelados e ainda não consolidados. Diferentemente do Fluxo de Caixa, ele exclui aquisições do patrimônio e do estoque e inclui as amortizações e depreciações.

É um relatório resultante do confronto entre receitas, custos e despesas envolvidos nas vendas dos produtos e serviços, e dos valores de atividades não-operacionais. Com ele você consegue obter indicadores importantes como margem de contribuição, EBITDA, lucratividade e ponto de equilíbrio.

A estrutura do DRE e a nomenclatura de cada item podem variar de empresa para empresa, mas alguns padrões mínimos devem ser respeitados. Veja, abaixo, um modelo de DRE disponível no Granatum:

modelo dre O que é e para o que serve o DRE?

De forma simples, o DRE é como um check-up que os médicos nos pedem: ele é um exame que mostra um resumo geral sobre a saúde financeira da empresa.

Através de seus indicadores de desempenho, serve como uma das principais bases de análise para:

  • os grandes investidores que possam ter interesse em comprar/aplicar uma quantia significativa de recursos;
  • os bancos que costumam financiar/emprestar altos valores para a expansão;
  • o governo e seus órgãos fiscalizadores;
  • os administradores que precisam apresentar os relatórios.

Por tudo isso, ter um documento bem redigido é fundamental para que a empresa esteja preparada para qualquer situação. Além de servir como um documento que comprova a eficiência da empresa para outras pessoas, serve, também, como uma confiável fonte de consulta para a tomada de decisões futuras. Entendendo o DRE é possível enxergar a situação vivida pela empresa dentro do seu segmento de atuação.

Não passe essa bola adiante…

Um erro comum de muitos empreendedores é entregar essa tarefa para o contador e não assumir o controle do DRE. Claro que você precisa de uma assessoria contábil sempre presente e prestativa, pronta a apresentar os dados, a contribuir para a organização e crescimento da empresa; ninguém melhor do que um bom profissional da contabilidade para ser seu braço direito nessa hora. Mas assuma para você essa tarefa de nutrir e analisar o DRE. Ele será como o espelho, para uma boa análise sobre a eficiência da linha administrativa da empresa e da sua própria gestão.

Você já tem esse controle? Conhece mais sobre o DRE e gostaria de compartilhar o seu conhecimento com a gente? O espaço de comentários está aberto, esperando por você!


ebook banner 4 passos ciclo O que é e para o que serve o DRE?
Fique atualizado!
Gostaria de receber mais dicas no seu e-mail?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>