Um erro muito comum na gestão financeira das micro e pequenas empresas é a falta de atenção para as pequenas despesas. Muitos empreendedores tendem a não considerá-las relevantes no seu fluxo de caixa e, quando não fazem um controle financeiro detalhado, elas podem virar uma bola de neve e atrapalhar o planejamento financeiro. Esta pode ser a causa pela qual muitas empresas, mesmo contabilizando as grandes quantias, continuam com o caixa desequilibrado.

É aí que mora o perigo! Neste post vamos ver como considerá-las corretamente e fazer um planejamento financeiro adequado.

pequenas despesas O perigo das pequenas despesas

 

E se você somar todas as pequenas despesas?

Imagine que sua empresa apresente uma diferença diária no caixa de apenas R$ 5,00. Não tem tanto problema “perder de vista” uma quantia desta, não é mesmo?  Mas veja: neste exemplo, ao longo de um ano, esta diferença pode chegar a R$ 1.825,00. Se esta quantia fosse investida na poupança, os rendimentos poderiam chegar a R$ 173,23. Nada mal para um dinheiro esquecido, não?

O grande problema aqui é que, ao não prestar atenção nos gastos pequenos, você chega no final de um período sem saber por onde o dinheiro vazou. E isso pode acontecer justamente em um período de baixa nas vendas, onde cada centavo é importante para equilibrar o caixa.

A importância das pequenas despesas no planejamento financeiro

Além desse dinheiro que fica fora do seu controle, as pequenas despesas também são importantes na hora de planejar. Já falamos aqui que uma das principais vantagens de utilizar corretamente a ferramenta de fluxo de caixa é conseguir prever as entradas e saídas de dinheiro. Se você ainda não utiliza o fluxo de caixa, veja esse post sobre 10 passos para organizar um fluxo de caixa na sua empresa.

Quando você não considera as pequenas despesas, a sua previsão de gastos pode ficar abaixo do que normalmente acontece. Ou então você pode acabar tendo que imaginar um valor aleatório para despesas com base na sua intuição. Isso não é legal!

Controlar as pequenas despesas te dará mais segurança para considerá-las nos meses que virão e mais conhecimento sobre onde é possível economizar.

E como evitar o descontrole das pequenas despesas?

Uma das principais regras de uma boa gestão financeira empresarial é registrar todas as entradas e saídas de dinheiro do seu caixa. Você pode fazer isso utilizando papel e caneta, uma planilha em Excel ou mesmo um software financeiro. Tente anotar, todos os dias, quais foram as despesas.

Esta tarefa exige que você gaste um tempo diariamente mas o resultado de um mês de registros pode ser surpreendente! Será possível identificar facilmente onde, quando e com o que o dinheiro foi gasto.

Conclusão

Registre suas movimentações e não deixe que as pequenas despesas se tornem um grande problema no caixa da sua empresa. Ela vai te agradecer!

Bons negócios!


ebook banner 4 passos ciclo O perigo das pequenas despesas
Fique atualizado!
Gostaria de receber mais dicas no seu e-mail?

Um comentário para “O perigo das pequenas despesas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>