hora de usar a balanca wide Hora de usar a balança: como analisar o patrimônio da empresa

Você já tentou usar uma balança dessas antigas, equilibrando os pesos de um lado e o item a ser pesado do outro, para descobrir a massa? É uma tarefa que exige certa prática… E o mesmo a gente pode dizer a respeito do tal balanço patrimonial. Ele é um documento que, em vez de pesos e mercadorias, ajuda a medir a relação entre o que uma empresa possui, de um lado (os ativos), e o que ela deve, do outro lado (os passivos).

Quem tem uma empresa sabe que não é nada fácil realizar todos os cálculos para concluir a posição financeira, contábil e econômica. Reunir todas as informações é um trabalho complicado e a hora de calcular pode ser bem complexa dependendo da quantidade de bens existentes.

A balança, ou melhor, o balanço patrimonial tenta, justamente, deixar esta tarefa mais leve. É uma tentativa de ver o retrato financeiro da sua empresa em determinado momento. Esse retrato fica registrado para eventuais consultas.

Não entendeu? A gente repete!

Em outras palavras, falando a língua dos contadores, um balanço patrimonial é uma demonstração de resultados contábeis que apresenta os bens direitos (ativos), as exigibilidades e obrigações (passivo) e o patrimônio líquido (que é a diferença positiva entre ativos e passivos).

Essa demonstração deve ser feita por um profissional da contabilidade que já possui experiência neste trabalho e geralmente é realizada de 30 em 30 dias para monitorar o andamento financeiro da empresa.

Em detalhes…

Ativo: bens, direitos e aplicações de recursos dos quais a empresa tem total controle e que podem gerar benefícios econômicos no futuro. Ou seja, é tudo que pertence à empresa e que vocês podem usufruir quando precisarem.

Passivo: obrigações financeiras com o Estado, com os funcionários, com fornecedores e outras empresas que exigem ativos para serem liquidadas. Ou seja, as dívidas.

Patrimônio Líquido: É a diferença positiva entre ativos menos os passivos (A – P). É o capital efetivo que a empresa possui. O patrimônio líquido pode ser usado para reinvestimentos na própria empresa, para reserva financeira ou pode ser empregado na expansão dos ativos (novos investimentos financeiros).

Como se analisa um balanço patrimonial?

É importante verificar se o balanço está completo. Confira, primeiro, se não esqueceu nenhum saldo, débito, crédito… Os ativos e passivos estão absolutamente corretos? Essa conferência é essencial para que não haja falhas no resultado do patrimônio líquido.

Lembre-se que as contas de um balanço patrimonial nem sempre representam os valores reais da entidade na data de sua realização, uma vez que os registros contábeis não acompanham o ritmo real em que a empresa se desenvolve. Significa que vários componentes patrimoniais podem aumentar e diminuir de valor sem que o contador registre essas variações, uma vez que elas estão ocorrendo durante o exercício do balanço.

Tenho que fazer ajustes e reclassificações patrimoniais?

hora de usar a balanca quote Hora de usar a balança: como analisar o patrimônio da empresa

Para se elaborar um balanço é necessário efetuar vários ajustes e reclassificações nas contas da empresa, como: estoques, empréstimos, débitos com fornecedores etc. Também é aconselhável calcular o Imposto de Renda e a Contribuição Social sobre Lucro Líquido.

E aí, ficou mais fácil entender o que é um balanço patrimonial? Se surgiu alguma dúvida, é só compartilhar nos comentários que a gente está sempre pronto para atender!


ebook banner 4 passos ciclo Hora de usar a balança: como analisar o patrimônio da empresa
Fique atualizado!
Gostaria de receber mais dicas no seu e-mail?

Um comentário para “Hora de usar a balança: como analisar o patrimônio da empresa”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>