Neste post vamos aprender como você pode fazer esta separação de forma que faça sentido para o seu negócio. Esta é uma atitude simples, que vai te ajudar a responder perguntas como: “Quanto o departamento de vendas está gastando este mês?” ou “Quanto vou ter de lucro neste projeto?”.

post centro cl interna Como usar os centros de custo e lucro para turbinar o seu controle financeiro

Diferenças entre categorias e centros de custo e lucro

Para começar, é importante entender a diferença entre categorias e centros de custo e lucro. Enquanto categorizar as receitas e despesas mostra com “o que” você está gastando ou ganhando dinheiro, agrupá-las em centros de custo e lucro mostra “onde” estas receitas e despesas estão acontecendo.

Por exemplo, se sua empresa tem uma matriz e uma filial, uma despesa na categoria “materiais de escritório” pode servir tanto para o centro de custo “Matriz” como para o centro de custo “Filial”.

Como dividir minha empresa em centros de custo e lucro?

Não existe uma regra a seguir. A primeira pergunta que você deve responder é: qual nível de detalhamento eu quero para os relatórios financeiros da minha empresa?

Se você já faz o controle financeiro e quer mais detalhes nos relatórios, pode dividir a empresa em mais áreas.

Por exemplo: se sua empresa tem uma área administrativa, uma de produção e uma de vendas. Você pode começar definindo cada uma delas como um centro de custo e lançar separadamente cada gasto. Ao final, pode tirar um relatório específico para saber “Quanto a área de produção está gastando este mês?”.

Vamos a um outro exemplo mais específico. Se você definir um centro de custo/lucro como um projeto, seria possível obter dados agrupados como: o total de custo e lucro que o projeto obteve. Ou ainda quanto este projeto gastou com energia elétrica ou mão de obra.

Por que é importante dividir a empresa em centros de custo e lucro?

Com uma divisão por centros de custo e lucro associada a uma boa categorização você consegue organizar os seus gastos e recebimentos de uma forma que seja possível gerar um resumo financeiro fácil de entender e analisar as diferentes áreas da sua empresa, agilizando a sua tomada de decisão.

Uma consequência bacana de usar centros de custo e lucro é a possibilidade de se determinar verbas para cada um. Assim, você pode fazer uma provisão financeira da sua empresa e dar mais autonomia para as áreas, projetos ou produtos para que eles usem o dinheiro da forma que acharem melhor. Você também pode determinar metas de faturamento, estabelecendo quanto um centro de custo e lucro deve vender num determinado mês.

Restou alguma dúvida sobre como definir os centros de custo e lucro?

Nas próximas semanas daremos mais dicas sobre como montar os seus centros de custo e lucro dependendo do seu negócio, conte suas dúvidas nos comentários e vamos continuar essa conversa!

Enquanto isso, que tal fazer um teste no Granatum Financeiro, software online, e colocar em prática o controle por centros de custos?


ebook banner 4 passos ciclo Como usar os centros de custo e lucro para turbinar o seu controle financeiro
Fique atualizado!
Gostaria de receber mais dicas no seu e-mail?

2 comentários para “Como usar os centros de custo e lucro para turbinar o seu controle financeiro”

  1. Hamilton Baptista Junior

    Bom dia,
    Tenho somente uma curiosidade, a definição de centros de custos e lucros é facilmente entendida em empresas que queiram obter seu resultado por filial por exemplo, mas em uma empresa de transformação, como faço para definir qual a receita que cabe para a área produtiva, por exemplo, para definir a lucratividade da mesma?

    Responder
    • Alexandre Ferreira

      Olá Hamilton

      Pode nos dar mais informações sobre o funcionamento de sua empresa?

      Abraço

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>