Acredite: houve um tempo em que os empreendedores faziam o controle financeiro usando só papel e caneta. Quando os computadores se tornaram onipresentes nos escritórios, foi a vez das planilhas em Excel – ainda muito utilizadas nas pequenas empresas. Mas, nos últimos anos, os softwares de gestão financeira transformaram a maneira como se cuida das finanças empresariais.

Hoje, a administração de contas a pagar, contas a receber, fluxo de caixa e planejamento financeiro podem ser feitos em sistemas fáceis de usar e acessíveis, inclusive por pequenas empresas.

Quer ver o seu empreendimento se expandir sem tropeçar em pedras no caminho? Separamos alguns motivos para você avaliar se já está na hora de usar um software financeiro. Vamos lá!

como software muda trabalho 1200x630 post Como um software de controle financeiro pode mudar o seu trabalho

Um software online por um preço acessível

Há alguns anos, se você quisesse um software financeiro, precisaria desembolsar uma pequena fortuna em sistemas gigantescos e difíceis de usar, além de ter que contratar um serviço de treinamento e manutenção.

Com a computação em nuvem, foi possível criar softwares online e enxutos, tão fáceis de usar quanto um serviço de e-mail, por exemplo. Seu uso é praticamente intuitivo, além de contar com ferramentas de ajuda diante de algumas dúvidas.

Isso também permitiu que os preços fossem radicalmente reduzidos. Para você ter uma ideia, dá para contratar um software desses pagando uma assinatura mensal acessível a qualquer porte de empresa. Bem diferente do que no passado!

Ainda vale a pena usar planilhas?

Muitos empreendedores ainda usam as boas e velhas planilhas do Excel para fazer a gestão financeira. Mas, se você não for um expert em planilhas e já teve algum problema com fórmulas, os softwares ajudam a gastar o seu tempo com o que realmente interessa: o controle financeiro do dia-a-dia.

Ao contrário das planilhas, onde é necessário elaborar documentos diferentes para cada coisa que você precisa controlar e analisar, os softwares permitem uma visualização rápida da situação do negócio, muitas vezes disponibilizando, em apenas uma tela, um resumo das finanças. Dá para ver, por exemplo:

  • As contas a pagar e a receber;

  • Os saldos bancários;

  • As despesas e receitas em um determinado período;

  • e o planejamento financeiro mensal.

Além disso, é possível realizar buscas e filtrar as informações facilmente, acessando os dados mais relevantes a cada momento, inclusive na forma de gráficos, que tornam sua compreensão ainda mais rápida.

Em outro post aqui no blog já fizemos uma comparação entre as planilhas do Excel e os softwares financeiros online. Dê uma olhada lá.

Organização das contas a pagar e a receber

Se já é difícil organizar as contas pessoais, imagina as contas de uma empresa, que, além de serem muitas, têm, normalmente, datas de vencimento diferentes! Essa é uma dor de cabeça tão frequente que até já escrevemos em outro post 5 dicas para manter as contas a pagar em ordem na sua empresa.

Com um software de controle financeiro, as datas das contas que deverão ser pagas ficam mais organizadas e você pode verificar rapidamente os compromissos com os quais ainda não cumpriu. Você também pode receber alertas das contas que estão vencendo, o que diminui as chances de pagar juros e o risco de sujar o nome da sua empresa.

Se você costuma usar boletos, também pode gerá-los diretamente pelo software. Os boletos bancários são um dos meios preferidos de muitas pessoas para efetuar pagamentos diversos. No Granatum Financeiro – software online – existe uma solução simples e prática para receber de seus clientes por boleto, sem a burocracia exigida pelos bancos. Você consegue emiti-los em apenas 30 segundos, ter a baixa automática, habilitar lembretes automáticos para seus clientes e manter o fluxo de caixa atualizado.

Acesso compartilhado aos dados financeiros

Se você usa planilhas em Excel, além de não poder acessar os documentos de onde estiver, também terá dificuldades para compartilhar os dados com seus colaboradores. É verdade que já existem planilhas online, mas ainda assim será difícil controlar quem pode ver alguns dados mais sensíveis.

Com um software online que permita a criação de usuários com diferentes níveis de acesso, você pode definir quem pode ver e editar determinadas informações. Isso significa que é possível delegar tarefas para seus colaboradores dentro do próprio software, dando a cada um acesso controlado ao que precisa consultar para fazer o seu trabalho.

Conclusão

Nós acreditamos muito que um software financeiro faz toda a diferença no dia-a-dia. Com ele é possível tomar decisões sobre investimentos com maior consciência e planejamento, indicando com precisão onde se encontram as áreas mais frágeis e, assim, criando oportunidades para remediar o que for preciso.

E você, já migrou suas planilhas para um software financeiro? Quais benefícios ele tem trazido para a sua empresa? Compartilhe com a gente e não deixe de comentar também caso tenha ficado com alguma dúvida!


ebook banner 4 passos ciclo Como um software de controle financeiro pode mudar o seu trabalho
Fique atualizado!
Gostaria de receber mais dicas no seu e-mail?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>